Este ano marca o 70º aniversário da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Foi o Padre Joseph Wresinski a primeira pessoa a destacar a ligação direta entre direitos humanos e pobreza extrema, feito ocorrido em 1987 quando apelou à Comissão de Direitos Humanos da ONU para examinar a questão da extrema pobreza e dos direitos humanos. É dele a seguinte reflexão: “Onde quer que homens e mulheres sejam condenados a viver em extrema pobreza, os direitos humanos são violados. Reunir-se para garantir que esses direitos sejam respeitados é nosso dever solene ”.

O Para Crianças tem este conceito muito presente em suas ações humanitárias e se alinha com o objetivo do Banco Mundial que visa erradicar a extrema pobreza até 2030, impulsionando também a prosperidade das populações mais pobres. Esta foi a motivação que nos levou a lançar a campanha “Seja Heroico” para implantar unidades de aquaponia em escolas públicas visando melhorar a qualidade da educação e saúde das crianças e criar um arco de proteção às suas famílias causados pelos riscos do desemprego, fome, doença, seca dentre outras calamidades caudas pelo aquecimento global.

Com o lema “ciclo da pobreza se quebra com a geração de renda” o Para Crianças, em conjunto com a Empiricus, lançou a Campanha dos R$ 3 milhões para investir em projetos de aquaponia. Essa técnica resiste bem às mudanças climáticas e produz peixes, legumes e verduras para a merenda escolar, alimentos ricos em proteínas, minerais e fibras. A geração de renda e educação financeira com a comercialização dos excedentes de produção complementam as ações do Projeto Aquaponics.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *